Posted in:

Contabilidade Geral: O que é, para o que serve e como pode te ajudar?

Contabilidade Geral, Contabilidade Geral: O que é, para o que serve e como pode te ajudar?

Você provavelmente já ouviu falar sobre contabilidade financeira, tributária ou fiscal. Mas, e a contabilidade geral? Você sabe o que é?

Quando pensamos em contabilidade, normalmente, vem à nossa mente aquela imagem típica de uma pessoa atrás de uma mesa de escritório repleta de papéis, calculadoras e pastas.

Mas, acredite, essa imagem está bem longe da realidade atual.

Hoje, a contabilidade conta com o apoio de softwares e tecnologias que facilitam, e muito, o trabalho do contador moderno.

Mas não é somente por isso que essa á uma área que tem ganhado espaço e crescido nos últimos anos.

De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o país conta com mais de 500 mil profissionais atuando nessa área em quase 58 mil escritórios distribuídos pelo Brasil.

E cabe dizer que a contabilidade é uma área extremamente ampla.

Tanto é assim que, neste artigo, iremos falar apenas de uma de suas ramificações: a contabilidade geral.

Extremamente importante para as empresas, esse ramo da contabilidade é o principal apoio de empresários no momento de tomar decisões.

Isso porque é ela quem dá a ele as informações contábeis e financeiras necessárias para que ele tenha o controle de todas as atividades econômicas da empresa e o que esperar para o futuro.

Interessante, não?

Então, se você quer saber mais sobre o tema, não hesite em continuar a leitura deste artigo!

Nele, você encontrará tudo o que precisa saber sobre a contabilidade geral.

Boa leitura!

O que é a contabilidade geral?

A contabilidade geral é um ramo da contabilidade que tem como principal objetivo entregar dados concretos sobre a real situação financeira e econômica de uma empresa.

Essa área de atuação busca estudar a trajetória da organização no aspecto financeiro, além de apresentar estimativas para o futuro.

Com isso, se habilita a permitir ao empresário compreender as mudanças que ocorreram para poder tomar melhores decisões sobre o caminho a ser trilhado a partir dali.

Extremamente útil para avaliar as relações comerciais e trabalhistas, a contabilidade geral possibilita que a empresa esteja mais atenta ao cumprimento de todos os seus deveres e tenha maior conhecimento sobre os seus direitos.

Para tanto, ela reúne dados e analisa informações relativas a todos os setores da empresa, realizando um registro cronológico e sistemático das operações financeiras.

O que faz a contabilidade geral?

A contabilidade geral agrega informações de todas as operações diárias de uma empresa, o que inclui despesas, receitas e investimentos, entre outros.

Dessa forma, o profissional que atua nessa área realiza atividades de registro, análise, classificação e resumo de tudo aquilo que envolve a empresa.

O objetivo é desenvolver um balanço com as informações que são mais relevantes para o negócio.

Isso permite à empresa saber sua real situação financeira, como está a sua evolução anual e também fazer previsões para o futuro.

Nesse sentido, podemos dizer que a contabilidade permite que a organização conheça o seu passado e o presente e possa fazer planos para o seu futuro, tendo como base informações financeiras concretas e seguras.

Além disso, a contabilidade geral realiza a avaliação de diversos aspectos voltados à saúde financeira do negócio, o que inclui ativos, passivos, lucros, prejuízos e patrimônio líquido.

Qual é o principal campo de aplicação da contabilidade geral?

O principal campo de aplicação da contabilidade geral é o empresarial.

Isso porque, em um mercado que está cada dia mais competitivo, as empresas precisam estar bem informadas sobre os resultados de seus negócios.

É exatamente aí que a contabilidade geral entra.

Ela abrange de maneira ampla as relações da empresa com os seus stakeholders (mais à frente, falaremos sobre todos eles), absorvendo informações e as gerenciando de forma clara, organizada e precisa.

Isso permite aos gestores saber qual o real retorno de seus investimentos, o cumprimento de suas obrigações legais, os resultados econômicos e a saúde financeira da empresa.

Nesse sentido, a contabilidade geral influencia diretamente na tomada de decisões e na forma como a empresa cresce e evolui no mercado.

E ela faz isso por meio da elaboração dos demonstrativos e relatórios legais e gerenciais, como:

  • Balanço patrimonial
  • Demonstração de lucros e prejuízos
  • Demonstração de resultados
  • Aplicações de recursos
  • Balancetes
  • Movimentação de caixa.

Tudo isso permite que os empresários saibam com maior precisão quais são os lucros do seu negócio, a rentabilidade do capital investido, a produtividade da sua mão de obra e maquinário, além do montante de ativos e passivos.

Podemos dizer, então, que ela permite que a empresa tenha um maior controle econômico e financeiro.

No fim das contas, isso facilita a obtenção de linhas de crédito, permite a diminuição de carga tributária, melhora a relação com os stakeholders e, ainda, dá maior credibilidade para a organização perante o mercado.

Quais são os ramos da contabilidade?

Contabilidade Geral, Mão de um homem segurando uma caneta, uma calculadora ao lado
Quais são os ramos da contabilidade?

A contabilidade possui uma área de atuação extremamente ampla e, por esse motivo, conta com diversos ramos.

Aqui, vamos detalhar um pouco sobre algumas dessas áreas.

  • Contabilidade tributária ou fiscal: atua para que os clientes cumpram as obrigações com o poder público de maneira correta e benéfica para a organização
  • Contabilidade financeira: abrange a elaboração de informes sobre a saúde financeira da empresa para todos os seus stakeholders
  • Contabilidade gerencial: atua, principalmente, na criação do planejamento estratégico e é essencial para a tomada de decisão
  • Contabilidade de custos: é a área que trabalha com a precificação dos produtos ou serviços, levando em consideração as despesas e as receitas
  • Contabilidade administrativa: relaciona-se com a elaboração de relatórios internos para a tomada de decisões administrativas.
  • Auditoria: avalia as atividades desenvolvidas na empresa para verificar se elas estão em conformidade e adequadas aos objetivos organizacionais.
  • Perícia: ramo específico para realizar a avaliação, perícia e diagnóstico de desvios ou da má utilização dos recursos financeiros.

Você pode ter visto alguns ramos mais conhecidos, como a contabilidade financeira e a fiscal, mas existem ainda:

  • Contabilidade rural
  • Contabilidade governamental
  • Contabilidade imobiliária
  • Contabilidade bancária
  • Contabilidade internacional
  • Contabilidade social
  • Contabilidade ambiental
  • Contabilidade comercial
  • Contabilidade societária
  • Contabilidade atuarial – ou previdenciária
  • Contabilidade analítica
  • Contabilidade aplicada
  • Contabilidade departamental ou divisional
  • Contabilidade de transportes
  • Contabilidade de seguros
  • Contabilidade doméstica
  • Contabilidade de serviços
  • Contabilidade gráfica
  • Contabilidade hospitalar
  • Contabilidade mercantil
  • Contabilidade pública
  • Contabilidade orçamentária
  • Contabilidade industrial
  • Contabilidade teórica
  • Contabilidade nacional
  • Contabilidade superior.

Quais são as principais funções da contabilidade?

São cinco as principais funções da contabilidade: registrar, organizar, demonstrar, analisar e acompanhar todas as mudanças do patrimônio de uma empresa ou pessoa física.

Essas alterações podem acontecer em decorrência de atividades econômicas ou sociais.

No caso das empresas, é imprescindível que a contabilidade realize as seguintes atividades principais:

  • Registro dos fatos ocorridos que podem ser representados por algum valor monetário
  • Organização de um sistema de controle
  • Demonstração de resultados financeiros, tendo como base os registros realizados, para periodicamente apresentar a situação econômica, patrimonial e financeira
  • Análise dos dados e resultados obtidos e realização de sua apuração
  • Acompanhamento e execução do planejamento financeiro da empresa, realizando a previsão de pagamentos, recebimentos e alertando para eventuais falhas ou problemas que possam acontecer

Ou seja, podemos dizer que a principal função da contabilidade é dar aos gestores informações confiáveis e de qualidade para que a tomada de decisão sobre a empresa e seu patrimônio seja mais assertiva.

Nesse sentido, ela avalia os resultados do negócio, o retorno do capital investido, o fluxo de caixa, a eficiência na utilização dos recursos financeiros e humanos, a eficácia das decisões, entre outros dados.

Quais são os principais usuários da contabilidade geral?

Os usuários da contabilidade geral são aqueles grupos de pessoas que possuem interesse em avaliar a situação patrimonial de uma empresa, ou seja, os seus stakeholders.

Eles podem ser internos ou externos.

Os primeiros são aqueles que estão diretamente relacionados com a atividade diária da empresa e utilizam os dados contábeis em suas funções.

Já os externos são os que se interessam por esses dados, mas não participam ativamente dos processos da empresa.

Mas, afinal, quais são esses públicos?

  • Sócios ou proprietários: avaliam o desempenho da administração e como está a situação real da rentabilidade do investimento realizado
  • Investidores ou acionistas: por possuírem uma parcela da empresa, avaliam os riscos e as oportunidades de negócios, seja para injetar mais dinheiro ou sair da organização
  • Fornecedores: pesquisam sobre a condição financeira para avaliar se irão ou não fornecer mercadorias, insumos ou serviços para aquela empresa
  • Clientes: verificam se a empresa pode ser um bom parceiro ou não
  • Funcionários: são os responsáveis pela produção da empresa, então, avaliam a sua capacidade de cumprir com as obrigações e se os pagamentos são realizados corretamente
  • Governo: atua como o regulador do mercado financeiro e verifica se a empresa está em dia com suas obrigações
  • Instituições financeiras: buscam as informações para verificar a capacidade da empresa para realizar operações de crédito
  • Concorrentes: desejam avaliar a saúde financeira e de negócios dos competidores.
  • Administradores: grupo que demanda com mais frequência as informações contábeis e necessita que elas sejam mais detalhadas para ajudar na tomada de decisão.

Qual é o objeto da contabilidade geral?

contabilidade geral, Homem próximo a um quadro-negro, com fórmulas e números
Qual é o objeto da contabilidade geral?

O objeto de estudo da contabilidade geral é o patrimônio das pessoas jurídicas e físicas.

Nesse sentido, o patrimônio representa uma condição instável, pois está em constante movimento.

Exatamente por esse motivo, requer a aplicação de técnicas e ferramentas para que possa ser realizada a sua apuração.

Dentro da contabilidade, cada entidade é tida como algo separado e que terá o seu próprio patrimônio.

Então, o patrimônio de uma empresa nunca se confunde com o dos sócios ou dos investidores e acionistas.

Ele compreende bens, direitos e obrigações das pessoas jurídicas ou físicas.

Qual o objetivo do passivo na contabilidade geral?

Primeiro, vamos entender o que é o passivo em contabilidade.

Ele corresponde ao saldo de todas as obrigações devidas pela empresa, ou seja, representa quais são as contas a pagar.

O passivo pode ser circulante, o que representa as despesas que devem ser pagas e registradas em curto prazo (normalmente, em menos de 12 meses) e que possuem um fluxo dentro desse prazo.

Dívidas com fornecedores são um exemplo.

Existe, ainda, o passivo não circulante.

Essa modalidade representa o registro de todas as obrigações que a empresa possui a longo prazo, são aquelas contas que levam mais tempo para serem quitadas, como empréstimos.

Dito isso, podemos afirmar que, na contabilidade geral, o objetivo do passivo é informar para os contadores quais as despesas atuais e futuras da empresa.

O que estuda um contador?

De tudo o que já  vimos até aqui, não resta dúvidas de que a contabilidade possui um campo de atuação bastante amplo.

Nesse sentido, é essencial que um contador esteja sempre se atualizando, principalmente porque o mercado e as legislações fiscais e tributárias estão em constante mudança.

Uma delas foi a implementação do eSocial e sua obrigatoriedade de utilização em 2018 para todas as empresas privadas.

Além das transformações na área contábil para se manter em dia com as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS), para padronizar e facilitar todas as transações comerciais e registros de forma mundial.

Para atuar com contabilidade, o profissional precisa ter afinidade com as ferramentas tecnológicas, conhecendo os sistemas de gestão de empresas e recursos de comunicação digital com clientes.

Além disso, é importante estar atualizado sobre o mercado, o cenário econômico e as tendências financeiras, fiscais e legislativas.

Isso permite que o contador consiga avaliar quais as melhores opções de gerenciamento de patrimônio e finanças, oportunidades de investimento, entre outros.

Mas, mais do que isso, um profissional de contabilidade precisa estudar e entender sobre:

  • Análise de custos
  • Planejamento financeiro e tributário
  • Auditoria fiscal
  • Perícia contábil
  • Matemática financeira
  • Estatística
  • Gestão de riscos
  • Investimentos
  • Probabilidade
  • Contabilidade geral e suas ramificações.

Tamb[em algumas disciplinas humanas fazem parte do curso, como ética, comunicação, liderança, comportamento organizacional e sociologia.

É o que veremos no próximo tópico.

O que se aprende no curso de Ciências Contábeis?

O que se aprende no curso de Ciências Contábeis?
O que se aprende no curso de Ciências Contábeis?

O curso de Ciências Contábeis abrange quatro principais áreas do conhecimento:

  • Tributação
  • Recursos Humanos
  • Gerência Financeiras
  • Perícia judicial e contábil.

Nesse sentido, ele é direcionado, principalmente, para aquelas pessoas que possuem um perfil mais organizado e maior aptidão para lidar com números.

É uma área extremamente abrangente, que possui um enorme leque de atuação, e isso faz com que o curso prepare o aluno para atuar com auditorias, perícias contábeis, contabilidade, planejamentos financeiros, consultorias ou, até mesmo, seguir a carreira acadêmica.

No primeiro ano de curso, os estudantes aprendem noções gerais de direito, administração e economia.

Todos esses conhecimentos serão aprofundados ao longo do curso e, no segundo ano, são introduzidas matérias relacionadas ao marketing, além de conceitos mais aprofundados em contabilidade.

No terceiro ano, as disciplinas ficam ainda mais avançadas e, é neste momento que o aluno aprende sobre os sistemas contábeis e amplia seus conhecimentos atuariais.

Finalmente, no último ano de curso, o estudante já possui matérias mais relacionadas à realização de auditorias, perícias e pesquisas na área, além de absorver conhecimentos sobre gerenciamento de projetos.

Ou seja, no curso de Ciências Contábeis, o aluno aprende sobre o mundo dos negócios, absorvem conhecimentos econômicos e tributários, além de aprendizados sobre forças competitivas, legislações e tendências socioeconômicas.

Quais as matérias de contabilidade?

Como vimos, a grade curricular do curso de Ciências Contábeis, ou de Contabilidade, é formada por matérias que envolvem conhecimentos em negócios, finanças, comércio exterior e, em alguns casos, sociais.

Algumas das principais disciplinas do curso são:

  • Administração de capital de giro
  • Administração financeira
  • Análise de custos
  • Auditoria contábil
  • Comportamento organizacional
  • Contabilidade introdutória e avançada
  • Contabilidade internacional e tributária
  • Controles internos de compliance
  • Custos
  • Demonstrações contábeis
  • Direito comercial e societário
  • Economia
  • Empreendedorismo
  • Fundamentos da Administração
  • Gestão de pessoas e liderança
  • Introdução ao Marketing
  • Legislação tributária e trabalhista
  • Liderança e comportamento humano
  • Macroeconomia
  • Matemática financeira
  • Mercado financeiro
  • Perícia contábil
  • Planejamento estratégico
  • Probabilidade e estatística
  • Teoria da contabilidade
  • Teoria das organizações
  • Teoria geral da contabilidade
  • Tecnologia da Informação.

Nesse sentido, é um curso que oferece matérias que abrangem desde a análise custos, demonstrações contábeis e investimentos, até conhecimentos e ferramentas para realizar auditorias contábeis, controladoria, estrutura de demonstrações contábeis, planejar orçamentos, avaliar capital de giro, entre outros.

Ele dá para o aluno a base para que ele possa atuar nos diversos ramos da contabilidade e nos mais diferentes segmentos de mercado.

Quanto tempo dura o curso de ciências contábeis?

Quanto tempo dura o curso de ciências contábeis?
Quanto tempo dura o curso de ciências contábeis?

Por ser um curso do tipo bacharelado, a graduação em ciências contábeis possui uma duração média de quatro anos.

Oferecido em universidades públicas e privadas, esse curso existe nos formatos presencial e à distância e também pode ser tido como graduação em Contabilidade.

O diploma é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e é obrigatório para o profissional que forma em ciências contábeis e irá atuar como contador.

Conclusão

Depois de ler o conteúdo do artigo, não restam dúvidas de que a contabilidade geral é uma área extremamente importante e estratégica para as empresas.

Além de permitir a criação de estratégias para o cumprimento dos objetivos organizacionais, ela gera relatórios que possibilitam uma tomada de decisão mais assertiva.

Outro ponto importante foi o qual abrangente a área de contabilidade é.

Ela possui diversos ramos de atuação e inúmeras funções, seja em empresas privadas, instituições públicas, órgãos governamentais, propriedades rurais, pequenos negócios ou para simplesmente organizar as finanças pessoais.

Os resultados contábeis de empresas são compartilhados com seus stakeholders, de forma a manter a transparência nas suas atividades e a credibilidade da marca no mercado.

No artigo, você também pôde conhecer um pouco mais sobre o curso de Ciências Contábeis, suas disciplinas e duração.

Se você se interessou pela área, então não deixe de conferir a graduação em Ciências Contábeis da UPIS!

Agora, para quem já é formado e deseja se atualizar, a universidade oferece cursos de pós-graduação na área.

São elas:

Visite o site para saber mais.E, se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *