Posted in:

Controladoria contábil: o que é, quem é o profissional e sua importância

Casal trabalhando em um notebook

Você já utiliza a controladoria contábil no seu dia a dia?

Especialmente se você é dono, administrador ou gestor de uma empresa, precisa conhecer o conceito e introduzi-lo na rotina.

Esse departamento é responsável por controlar toda a parte de finanças e orçamento da empresa. É, portanto, de extrema valia para os gestores nas tomadas de decisões.

Mas, afinal, por que a controladoria contábil é tão importante?

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) apontou que a principal causa de falência de 42% das pequenas e microempresas, no Brasil, ocorre por falta de planejamento e pouca visão de mercado.

É exatamente nisso que a controladoria contábil atua.

Então, se você quer entender melhor o que é esse setor, qual a sua importância e quem é o profissional que trabalha nessa área, continue a leitura!

O que faz a controladoria contábil?

controladoria contábil, casal trabalhando em um notebook
O que faz a controladoria contábil?

Controladoria contábil é a área da empresa que tem papel essencial na tomada de decisão. É ela que se dedica exclusivamente ao controle financeiro da companhia e de todas as suas áreas.

Ou seja, coleta dados e fornece as informações necessárias para que os gestores possam definir as próximas ações, conduzindo a empresa aos melhores resultados.

Assim, permite a eles decidir por meio de dados concretos.

Além disso, a controladoria contábil tem como função organizar o orçamento empresarial de acordo com o planejamento dos setores, adaptando os dados e alinhando as informações com os objetivos do negócio.

Por ser um departamento que faz parte da área de Ciências Contábeis, podemos resumir dizendo que a controladoria contábil é responsável por realizar o controle orçamentário da empresa.

Nesse sentido, toda a sua atuação tem como função fazer com que a companhia alcance metas e melhore seus resultados, observando a qualidade dos processos e, até mesmo, aprimorando-os.

Entendendo o papel da controladoria

Mão empilhando moedas
Entendendo o papel da controladoria

Dentro da empresa, a controladoria contábil coordena os demais setores da organização.

Portanto, dentre suas funções primordiais, está harmonizar, avaliar e melhorar os processos internos.

Com ferramentas de gestão e outras metodologias, otimiza o uso dos recursos internos.

É um setor que busca assegurar a saúde financeira da empresa e a continuidade dos negócios.

Coleta dados e informações que darão aos gestores maior confiabilidade para tomar melhores decisões sobre o futuro do negócio.

A controladoria contábil atua com ações de curto, médio e longo prazos.

Isso permite uma visão mais global dos negócios e a possibilidade de descobrir erros e solucioná-los antes que se tornem problemas e impactem no resultados.

Dentre suas principais funções, podemos destacar se seguintes:

  • Reunir e fornecer informações de todas as áreas da empresa para auxiliar na tomada de decisão
  • Criar o planejamento orçamentário da empresa tendo em vista os objetivos estratégicos
  • Realizar o detalhamento da operação financeira da companhia, avaliando a expectativa de receitas, despesas e faturamento esperado
  • Cuidar do controle organizacional financeiro, criando padrões de análise para acompanhar o andamento das ações e seus resultados
  • Analisar os resultados financeiros gerais e por setor
  • Realizar o controle contábil e de custos da empresa, reunindo dados e informações econômicas da empresa
  • Mapear todos os custos da empresa
  • Avaliar os preços praticados por cliente e produto e suas respectivas margens
  • Coordenar as demonstrações financeiras da empresa
  • Acompanhar e avaliar os indicadores de performance financeira da empresa.

Diferença entre contabilidade e controladoria

A principal diferença entre a contabilidade e a controladoria está no conhecimento contábil.

A controladoria está mais focada em auxiliar na gestão estratégica do negócio da empresa e realiza a análise dos dados e informações que são apurados pela contabilidade.

Já a contabilidade é o setor responsável por fiscalizar os registros financeiros e contábeis da empresa e monitorar os dados.

Mas, mais do que isso, ela é uma área muito ampla.

Os profissionais de contabilidade podem se especializar em diversos segmentos, a exemplo de:

No caso da controladoria, esse leque de atuação é mais reduzido, uma vez que o profissional que trabalha nessa área tem o perfil mais estratégico. Muitas vezes, faz parte do setor executivo da organização.

Profissionais de controladoria possuem experiência e visão de negócio.

Eles precisam avaliar cenários, interpretar dados e informações mais complexas.

Ou seja, são pessoas que realizam tarefas que envolvem muito mais processos de análise e estudo financeiro, além de governança corporativa.

Já o profissional de contabilidade atua com o registro e consolidação de informações que são extremamente relevantes para as operações da empresa.

Assim, busca facilitar a elaboração do planejamento estratégico e trazer maior segurança para os procedimentos fiscais e legais.

Resumindo: ele é essencial para que o trabalho da controladoria ocorra de forma tranquila e eficaz.

Então, podemos dizer que, apesar de possuírem funções diferentes, controladoria e contabilidade são áreas que atuam em conjunto.

Enquanto uma organiza e mantém os dados financeiros e contábeis precisos e confiáveis, a outra interpreta e utiliza essas informações para tornar a tomada de decisão mais assertiva.

O profissional de controladoria

Mulher trabalhando com uma calculadora e um computador
O profissional de controladoria

O profissional de controladoria é formado em Administração, Ciências Contábeis ou Economia.

Além disso, precisa estar sempre em busca de novos conhecimentos, já que possui papel estratégico dentro da empresa.

O mais conhecido é o controller: responsável pela área, ele é o gestor do departamento e quem conduz todos os planejamentos e orçamentos.

Ou seja, assume toda a responsabilidade pelo controle orçamentário, planejamento contábil, análise e estrutura de dados para auxiliar na tomada de decisão.

Nesse sentido, podemos dizer que o controller atua lado a lado com a diretoria da empresa e os gestores de todas as outras áreas, seja para auxiliar com dados relevantes ou para coletar informações.

Além dele, há, no setor, outros profissionais que possuem funções mais operacionais, como o analista de controladoria.

Ele é o responsável por atividades de negociação, financiamento e outras funções que têm o objetivo de permitir a elaboração de um melhor plano de ações e processos para a empresa.

Além disso, participa do desenvolvimento do orçamento anual, coleta informações, realiza projeções financeiras e outras atividades que garantam os resultados financeiros e contábeis da companhia.

Ambos os profissionais precisam ter competências e características interpessoais que vão além da capacidade intelectual.

Necessitam ter bom relacionamento com pessoas de áreas diversas.

Devem saber se comunicar, ter capacidade analítica, bom entendimento de mercado, pensamento sistêmico e visão estratégica.

Isso porque eles realizam atividades que dependem do apoio de outros setores e das informações coletadas dentro dessas áreas.

Além disso, avaliam os dados como um todo para poder analisar o cenário interno da empresa.

Quanto ganha o profissional de controladoria?

Em termos financeiros, o salário de um profissional de controladoria varia bastante.

Um analista de controladoria, de acordo com o site Vagas.com, recebe um salário inicial de R$ 3.235, podendo ganhar até R$ 6.028.

Já o site Trabalha Brasil destaca que um analista de controladoria pleno, que atua em uma empresa de médio porte, recebe, em média, R$ 4.725,54, enquanto que um de nível master, em uma grande organização, pode ganhar R$ 9.598,75.

No caso do controller, o Vagas.com destaca que, inicialmente, esse profissional recebe, em média, R$ 4.765, mas que seu salário pode chegar a R$ 15.518.

Enquanto no Trabalha Brasil, um controller de nível sênior, em uma empresa de pequeno porte, possui uma remuneração de R$ 9.426,92, um profissional de nível pleno em uma grande empresa pode ganhar R$ 16.315,83.

As atividades do controller

  • Organizar o planejamento tributário e orçamentário
  • Realizar o controle administrativo global da empresa
  • Elaborar relatórios de desempenho para a tomada de decisão administrativa e contábil
  • Acompanhar o que foi planejado e avaliar seu alinhamento aos objetivos da empresa
  • Montar simulações de cenários
  • Desenvolver projetos contábeis
  • Monitorar toda a contabilidade fiscal
  • Participar da montagem da previsão orçamentária anual da empresa, o budget
  • Estudar as mudanças de mercado e do segmento da empresa
  • Analisar o desempenho das ações estratégicas em todas as áreas da organização
  • Propor melhorias e ações corretivas que ajudem a aumentar o lucro e a rentabilidade
  • Controlar o orçamento.

Atividades do analista de controladoria

  • Elaboração e análise de relatórios contábeis
  • Acompanhamento orçamentário
  • Comparação de despesas
  • Desenvolvimento de normas e controles relativos aos controles orçamentários
  • Realização de projeções financeiras
  • Coleta e análise de dados de todos os setores da empresa
  • Desenvolvimento de projeções financeiras.

Vantagens da controladoria contábil para a empresa

Controladoria contábil, casal trabalhando em um tablet
Vantagens da controladoria contábil para a empresa

Imagine o seguinte cenário: você percebe que sua empresa está indo bem financeiramente, que o mercado está aquecido e acredita que chegou o momento de investir em uma empresa de outro setor.

Quem vai poder ajudá-lo a tomar essa decisão? Quem dará as informações necessárias para avaliar se essa é ou não a melhor atitude a ser tomada?

Se você respondeu que é a área de controladoria da empresa, então, você já entendeu uma das principais funções e vantagens dela para uma organização.

A controladoria é de grande importância para as empresas porque otimiza e facilita o processo de tomada de decisão de gestores.

Traz um maior controle e embasamento nas informações financeiras e contábeis.

Com isso, permite que as decisões sejam mais assertivas e eficazes, uma vez que os gestores estão cientes da real situação da empresa.

Eles conhecem dados para um planejamento futuro e, assim, conseguem decidir o melhor caminho a ser seguido.

Além disso, a controladoria contábil permite maior agilidade no processo organizacional da empresa.

Dentre as suas atividades, está a coleta de informações para auxiliar os gestores das áreas na elaboração dos seus planejamentos, sempre tendo em vista o alcance dos objetivos do negócio.

Ou seja, é uma área que possui uma função estratégica dentro da empresa. É o centro de dados e informações contábeis e financeiras seguras e precisas.

Outra vantagem é o controle de todos os custos, gastos e investimentos para que tudo siga o planejado, diminuindo os prejuízos e otimizando processos.

É a controladoria contábil a responsável por qualificar todos os processos contábeis da empresa.

Ela analisa os custos, planeja o orçamento, avalia o desempenho de funcionários e monitora as questões contábeis, fiscais e trabalhistas.

Mais do que isso, esse setor permite que a empresa aumente a sua transparência financeira e forneça informações mais assertivas e eficazes para seus stakeholders, que são todos aqueles com interesse nos resultados da empresa.

Dessa forma, aprimora os negócios e ganha a confiança do mercado.

Entenda como montar uma controladoria contábil na empresa

Controladoria contábil, Mão, feminina, trabalhando em um notebook
Entenda como montar uma controladoria contábil na empresa

Para montar um departamento de controladoria contábil na empresa, o primeiro passo é avaliar a sua estrutura.

Isso porque a sua implementação irá variar de acordo com cada cenário, já que existem organizações que possuem estruturas gerenciais mais simplificadas do que outras.

Além disso, é importante analisar quais são os recursos da empresa e como eles serão coordenados durante esse processo. E até mesmo qual será o posicionamento hierárquico do setor dentro da organização.

É preciso entender qual será o grau de autoridade atribuído ao controller, que será responsável pela área.

Em seguida, a implementação desse setor dentro da empresa costuma seguir algumas etapas principais. Confira!

Apresentação para gestores e funcionários

Agora que você já entendeu qual é o momento da empresa e decidiu implementar a controladoria contábil, é chegada a hora de apresentar seu plano para os gestores.

Nessa etapa, é importante destacar como o departamento irá operar, suas divisões e subdivisões, os profissionais responsáveis e suas funções

. Também como se dará o funcionamento da área e como ela irá se encaixar na empresa.

Depois, é necessário envolver os funcionários para que eles saibam o que está acontecendo e qual será o seu papel nessa implementação.

É normal que alguns deles fiquem mais apreensivos. Por isso, é essencial explicar como se dará a montagem do novo setor e o seu processo para que todos fiquem tranquilos.

Definir controles, relatórios e demonstrativos

Neste artigo, você descobriu o que é a área de controladoria contábil e o seu papel dentro das empresas.

Esse setor trabalha com diversos procedimentos de controle de dados, informações e processos.

A segunda etapa é o momento que define quais serão as rotinas, os processos e os controles que irão delinear as atividades do setor e da companhia.

Nesse passo, é preciso delimitar as atividades da organização e determinar todas as práticas internas necessárias para a segurança da empresa, assim como a criação dos manuais de procedimentos.

Além disso, é nessa etapa que são criadas as métricas de organização e acompanhamento do setor, tendo como base as demonstrações contábeis, assim como as métricas de gestão de recursos – financeiros ou humanos.

Escolha do controller

Esse é um ponto muito importante da implementação da área de controladoria contábil, já que o controller, como vimos, é o gestor do departamento.

Esse profissional pode fazer parte da estrutura interna da empresa.

Nesse caso, é alguém que conhece o negócio e o mercado. Pode, também, vir de fora, com grande experiência na área.

Cabe ao gestor avaliar o que melhor irá se encaixar na realidade da empresa, o que ele busca nesse profissional e quais as suas expectativas.

O importante é que seja alguém preparado para entender o momento inicial de transição e adaptação. Mas que, também, esteja sempre atualizado e em busca de melhores soluções e resultados para a organização.

Mais do que somente conhecimentos técnicos na área de Contabilidade, Administração ou Economia, o controller precisa ter habilidade para gerenciar, conhecer sobre custos e recursos humanos, ter domínio de mercado e saber transitar entre os setores.

E, finalmente, é essencial que o profissional que irá gerir o setor de controladoria contábil esteja de olho em possíveis mudanças na legislação, pois seu departamento é impactado pelas normas contábeis brasileiras.

Processo de transformação

Finalmente, com o controller escolhido, processos e métricas definidos e toda a empresa envolvida na implementação do setor, chega o momento de colocar a área para atuar.

Como vimos, um dos grandes desafios do gestor da controladoria contábil é acompanhar as constantes mudanças do mercado e da economia.

Por isso, é preciso ter muita agilidade e criar controles eficazes para monitorar essas informações e não deixar a empresa ficar para trás.

Ou seja, é o momento de dar início aos processos de coleta e administração de todos os dados que são produzidos, internamente e externamente, e estruturá-los para a tomada de decisões.

É, então, que se inicia o processo de transformação da empresa. Com a atuação da controladoria contábil, os diretores possuem dados que permitem:

  • Prever situações, considerando um cenário mais amplo para trabalhar com projeções
  • Avaliar a empresa e o negócio de forma macro
  • Lapidar o relacionamento entre os setores
  • Melhorar o planejamento e o controle orçamentários
  • Ajudar no crescimento sustentável do negócio, com base em relatórios gerenciais.

Conclusão

Controladoria contábil, Mão, feminina, trabalhando em uma calculadora
Conclusão

A controladoria contábil é o departamento que ajuda a empresa a garantir que ela está no caminho certo.

Ela permite um maior controle sobre os custos e as finanças, ajudando a otimizar os resultados e a eficiência do negócio ao ter uma visão global de todas as áreas.

Neste artigo, você conheceu melhor o que é esse setor, seu papel dentro da empresa e as vantagens que essa área traz para as organizações.

Além disso, vimos quem são os profissionais que atuam nesse departamento e as suas principais atribuições.

E, finalmente, destacamos como ocorre a implementação de um setor de controladoria contábil dentro de uma empresa.

Se você se interessou pela área e gostaria de saber mais sobre essa profissão, confira os cursos de graduação da UPIS – Faculdades Integradas em Administração, Ciências Contábeis e Economia.

Aproveite para deixar um comentário abaixo e também compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *