Posted in:

Como se comportar em uma entrevista de emprego: 18 dicas essenciais

entrevista de emprego, Como se comportar em uma entrevista de emprego: 18 dicas essenciais

Você finalmente conseguiu uma oportunidade de trabalho, passou da primeira fase na seletiva, e agora surge a dúvida: como se comportar na entrevista de emprego?

Essa insegurança é bastante comum, já que esse momento é decisivo tanto para quem está em busca do seu primeiro emprego quanto para aqueles que concorrem a uma vaga com perfil mais sênior.

Nessa hora, é comum que o candidato tenha dúvidas sobre o que deve falar para o entrevistador, como deve se vestir, o que pode contar e o que deve omitir, além de questões relacionadas ao seu comportamento e postura de forma geral.

Se você está buscando a resposta para essas e outras perguntas, continue lendo, este artigo é para você.

A partir de agora, vamos trazer as principais dicas sobre como se dar bem na primeira entrevista de emprego e em todos as vezes em que você passar por essa experiência ao longo da carreira.

Você também vai saber quais as perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego, que é para se preparar com tranquilidade para este momento.

O assunto interessa? Então, tenha uma boa leitura!

18 dicas fundamentais para saber como se comportar em uma entrevista de emprego

entrevista de emprego, pessoas em reunião sentadas em uma mesa
Dicas fundamentais para saber como se comportar em uma entrevista de emprego

Em toda entrevista de emprego, há perguntas clássicas e também outras questões que serão abordadas.

Por isso, é preciso se preparar, antecipando-se aos temas e formulando respostas convincentes e cativantes para o entrevistador.

Pouco importa se a entrevista é conduzida pelo contratante ou pelo gestor de recursos humanos.

Nesse ambiente de seleção, há alguns padrões de comportamento esperados, e algumas ações simples podem maximizar suas chances de conseguir a vaga.

Reunimos abaixo 18 dicas fundamentais para você que está buscando uma recolocação no mercado de trabalho e quer saber como se comportar durante o processo seletivo.

1. Seja pontual

Em primeiríssimo lugar, começar seu relacionamento com a empresa fazendo com que eles esperem por você é péssimo.

Planeje-se bem para evitar chegar atrasado à entrevista. De que forma? Calcule o tempo médio que você leva para se arrumar e também o deslocamento da sua casa até a empresa.

Hoje em dia, aplicativos como Google Maps e Moovit dão uma estimativa precisa da duração do trajeto até o destino, usando, para isso, dados de outros usuários, fornecidos em tempo real.

Se você escolher ir de táxi ou usar um aplicativo de transporte particular como Uber ou Cabify, procure agendar a corrida com antecedência para evitar atrasos e tarifas dinâmicas.

Agora, se a preocupação for o trânsito intenso, você pode contar com o Waze para descobrir uma rota alternativa, mais tranquila.

2. Evite ficar paralisado diante de qualquer pergunta

Durante a entrevista, é importante manter-se calmo e presente, prestando atenção em tudo que o entrevistador pergunta e respondendo de maneira natural, sem confusão.

Ainda que você não saiba a resposta para uma pergunta, deixe claro qual é e até onde vai o seu conhecimento, reconhecendo sempre suas limitações.

Pode parecer óbvio, mas não custa repetir: não invente informações, já que quem fez a pergunta certamente sabe a resposta correta.

Em vez disso, demonstre estar curioso a saber mais sobre o assunto abordado, sempre confiante em seu potencial de aprender novas tarefas rapidamente.

3. Estude a empresa

A preparação é um passo essencial para conseguir responder às perguntas com clareza e convicção.

Antes de chegar para a entrevista, estude bem a história e o posicionamento de mercado da empresa.

Dessa forma, você conseguirá responder as questões com uma noção maior do que eles esperam, além de fazer afirmações certas na hora certa.

Mostre-se interessado pela organização e genuinamente animado com a possibilidade de fazer parte do time, explicitando os pontos fortes que o fizeram se interessar pela vaga.

Também é preciso demonstrar conhecimento sobre o cargo, apresentando-se como o candidato ideal de acordo com as demandas da posição.

4. Não invente mentiras

Às vezes, pode ser tentador dar uma “inflada” no currículo para impressionar o contratante.

Tome cuidado: no fim das contas, essa é uma armadilha que invariavelmente vai dar errado.

Se você informar no currículo que tem o inglês fluente, com certeza, será cobrado por isso.

Se as suas habilidades básicas com o idioma não derem conta, tenha certeza de que a mentira será notada e você se tornará carta fora do baralho.

Algumas pessoas tentam evitar um desconforto ao mentirem sobre o motivo de demissões, ou o valor de salários passados, para garantir uma remuneração maior no novo emprego.

Pense bem antes de ir por esse caminho, já que essas informações são facilmente verificadas e, no fim, você fica com uma imagem pior do que se tivesse contado a verdade desde o início.

5. Seja você na entrevista

pessoas em reunião sentadas em uma mesa
Seja você na entrevista

O escritor irlandês Oscar Wilde tinha razão: “Seja você mesmo. Todos os outros já existem.”

De fato, a autenticidade é o melhor caminho para estabelecer laços, tão importantes em uma entrevista de emprego.

Quem é verdadeiro em seu discurso transparece confiança para o entrevistador, e esse tipo de conexão é essencial em qualquer contratação.

É preciso passar uma imagem real de quem você é e como se posiciona no ambiente de trabalho para que não haja mal-entendidos no futuro.

Afinal de contas, sua intenção é fazer parte da equipe por um longo período, e será impossível continuar fingindo para sempre ser alguém que você não é.

6. Utilize o método STAR (Situação, Tarefa, Ação e Resultado)

Um dos métodos mais famosos dentre recrutadores, o STAR é capaz de ajudar o candidato a contar sua história de maneira positiva, enfatizando os pontos mais importantes para o recrutador.

O acrônimo vem do inglês (Situation, Task, Action e Result) e é uma forma muito útil de organizar sua narrativa, comunicando como você se comporta frente às situações-problema e seu modo de pensar.

Para aplicar a técnica em suas respostas de entrevistas de emprego, tudo começa por uma apresentação da Situação: seja específico e dê detalhes de uma situação que possa servir de exemplo.

A partir disso, aborde a Tarefa, explicando qual parte do trabalho foi relegada a você dentro da Situação, e quais foram seus planos para entregar tudo da melhor maneira possível, dentro do prazo.

A Ação diz respeito a como você, de fato, desempenhou seu trabalho, suas descobertas e a sequência de escolhas que determinaram seu esforço para a entrega final.

Por fim, apresente o Resultado que foi gerado pelo trabalho entregue de forma quantitativa e qualitativa, sempre destacando como os seus esforços contribuíram para o sucesso do projeto.

7. Vista-se de acordo

Já ouviu falar no ditado “vista-se para o trabalho que você quer, e não para o trabalho que você tem”?

Pois é exatamente essa mentalidade que deve guiar a sua escolha de vestuário para a entrevista de emprego.

Pesquise bem como se vestem os profissionais daquela empresa e, se possível, daquele nível hierárquico, especificamente.

Se você não achar nenhuma informação a respeito do dress code da empresa, siga o padrão corporativo com roupas sociais modestas e cores neutras.

Evite ternos ou camisas muito justas, decotes exagerados ou brilho desnecessário em maquiagem e acessórios.

8. Comunique-se de maneira profissional

Além da roupa, a fala é determinante para garantir que a empresa tenha uma boa primeira impressão sua como profissional.

Por isso, atente-se ao tom de voz e à linguagem utilizada, procurando sempre ficar dentro do campo profissional, sem usar gírias ou forçar o entrevistador a uma intimidade que não existe.

Evite o exagero nas informalidades e mantenha-se neutro quanto a temas polêmicos, afinal, você quer ser contratado para uma vaga de emprego e não criar laços de amizade.

A linguagem corporal também é muito importante.

Manter uma comunicação direta e transparente inspira confiança, e é exatamente esse o ponto que você quer atingir em uma entrevista.

9. Domine seu CV

Na hora da entrevista, é importante estar com todas as suas informações referentes à formação e a experiências profissionais na ponta da língua.

No dia anterior, leia e releia todos os dados apresentados no curriculum vitae para poder responder com precisão eventuais perguntas e dúvidas.

Se for preciso, faça anotações das datas mais importantes e vá para a entrevista com uma cópia do seu CV em mãos.

Esteja preparado e tome cuidado para responder as perguntas com confiança.

Candidatos que demonstram insegurança ou confusão para responder questões sobre sua formação e experiência podem causar um desconforto no entrevistador, uma insegurança que pode levá-lo a imaginar que você está mentindo.

10. Mantenha contato visual com o entrevistador

Quando falamos da importância de uma comunicação assertiva, não nos referimos apenas ao que você vai falar durante a entrevista.

Entenda que o ser humano se comunica de diversas formas, e você estará passando uma mensagem para o entrevistador a partir do momento em que entrar em seu campo de visão, independentemente de ter aberto a boca para falar ou não.

Nesse sentido, o contato visual é muito importante para quem quer criar uma conexão com quem faz a entrevista.

Quem olha nos olhos demonstra maior confiança no que está dizendo e atribui maior veracidade às suas palavras.

Não é preciso ficar encarando a pessoa o tempo todo, é claro.

Você pode olhar brevemente para suas anotações, fixar sua atenção na boca ou nos gestos por um momento.

Mas lembre-se: o importante é demonstrar que você está prestando atenção no que é dito.

11. Evite criticar ou falar mal de outras empresas

Em uma entrevista de emprego, a empresa não se preocupa somente em saber o que você promete agregar aos negócios.

Ela também deseja conhecer melhor a forma de pensar e as reações do candidato a situações adversas.

Por isso, é importante ficar atento à forma como você fala sobre seu antigo empregador. Evite críticas duras.

Pense na entrevista como um primeiro encontro e evite citar o ex para o bem ou para o mal, já que seu novo “pretendente”, provavelmente, não se interessa tanto assim sobre isso.

Se for questionado, seja polido e respeitoso quanto à sua última colocação, independentemente de ter tido um término amigável ou conflituoso.

12. Reconheça seus pontos fortes e fracos

Mãos, com luvas de boxe se tocando
Reconheça seus pontos fortes e fracos

Um momento clássico de muitos processos seletivos é aquele no qual perguntam ao candidato quais são seus maiores defeitos e qualidades.

Nessa hora, fuja do clichê de responder que seu maior defeito é não saber dizer não para o trabalho, e a maior qualidade, o perfeccionismo.

Quem está fazendo a seleção provavelmente já ouviu isso inúmeras vezes e, portanto, a resposta não vai agregar nada à sua situação.

Seja genuíno em suas respostas, apresentando circunstâncias em que suas qualidades foram úteis para os negócios.

Para os defeitos, enfatize sempre o que você faz hoje para compensá-los ou como busca evoluir.

Você pode se preparar antes, enumerando em um papel os pontos que considera como fraquezas e vantagens, selecionando os que melhor se encaixam na imagem que você deseja passar de si mesmo.

13. Seja dinâmico e comunicativo

Até agora, falamos muito sobre como existe um padrão profissional que deve ser seguido, mas nem tudo precisa ser controlado e comedido na hora da entrevista.

Quando for conversar com um entrevistador, lembre-se de que ele também é humano e vai se interessar por você, ainda que inconscientemente, se você demonstrar ser uma pessoa dinâmica, capaz de se comunicar e estabelecer laços.

Tenha em mente que várias pessoas passarão pela cadeira de entrevista, então, tente ser notável para cativar o responsável pelo processo seletivo.

14. Demonstre confiança

Se você quer que esse grupo de pessoas, até então desconhecidas, confie em você para integrar a equipe, em primeiro lugar, é preciso que você demonstre confiar em si mesmo.

Seja pelo contato visual, pela escolha do vestuário ou pelas palavras utilizadas em seu discurso, demonstrar confiança é essencial para se destacar.

15. Seja objetivo sem ser muito resumido

O candidato deve ser claro em suas intenções e objetivos para que o entrevistador consiga entender se ele de fato se encaixa na empresa ou na função.

Quando questionado, responda com firmeza, mas procure não ser demasiadamente sintético: ofereça detalhes de acordo com o interesse de quem pergunta.

16. Fale de suas conquistas com convicção

Mais uma vez, a confiança deve aparecer na hora que você estiver relatando suas conquistas.

Cite as experiências mais importantes sem modéstia, permitindo que a empresa te conheça por meio de seus méritos, e, partir disso, enxergue como você pode trazer resultados também na nova colocação.

17. Demonstre interesse

O momento da entrevista serve para a empresa conhecer você, assim como para que você conheça a empresa.

Por isso, é importante ter uma interpretação atenta, fazendo perguntas pontuais que indiquem seu desejo em saber mais sobre o projeto.

18. Faça um bom marketing pessoal

O processo seletivo começa muito antes do primeiro contato da empresa com o candidato.

Esteja certo de que o departamento de recursos humanos, antes da entrevista, passou um bom tempo pesquisando cada concorrente em redes de relacionamento e sites de networking, por exemplo.

Por isso, invista em técnicas de marketing pessoal, a fim de entender que a imagem profissional funciona como uma marca que precisa ter uma comunicação séria e assertiva para alcançar o sucesso.

Perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego

entrevista de emprego, Quatro pessoas sentadas, com a imagem de um ponto de interrogação em frente ao rosto
Perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego

Quando falamos em preparação, é importante lembrar que há muito material disponível na internet que pode servir como base para que quem quer se preparar para uma entrevista de emprego.

A partir da experiência de recrutadores profissionais, podemos levantar as perguntas mais frequentes feitas em processos seletivos e construir as melhores respostas possíveis.

Essas perguntas são variadas. Vão desde as mais básicas – a exemplo de “como ficou sabendo da vaga?”, “por que quer o emprego?” ou “onde você se vê daqui cinco anos?” – até as mais arrojadas – como “se você fosse um animal, qual seria?”.

Para a maioria das perguntas, não há certo ou errado, mas é preciso prestar atenção para não ir contra a expectativa do contratante – ou da vaga em questão.

Se você responder, por exemplo, que se vê morando em outra cidade ou país daqui a cinco anos, mas a empresa quer uma contratação para longo prazo, talvez esteja colocando tudo a perder.

Para dominar todas as perguntas mais frequentes, não deixe de conferir o nosso post completo, que aborda 31 questões comuns em uma entrevista de emprego.

Conclusão

A entrevista de emprego é um momento decisivo para a trajetória de qualquer profissional.

É a hora que muitos esperam, é a oportunidade de demonstrar todo o conhecimento e a experiência frente a frente com o empregador ou representante do setor de recursos humanos.

Justamente por ser uma etapa crucial no desenvolvimento da carreira, muitos profissionais sentem-se inseguros, sem ter certeza de como se portar ou do que dizer.

Nos últimos anos, a instabilidade econômica fez com que muitos brasileiros se encontrassem em situação de desemprego e com dificuldade de recolocação no mercado.

Portanto, saiba que você não está sozinho: essa insegurança é comum, e várias pessoas passam por isso diariamente.

Esse problema, no entanto, pode ser resolvido com uma boa preparação antes da entrevista para garantir que você, como candidato, esteja pronto e confiante.

Para driblar o nervosismo, é preciso muita pesquisa e uma boa dose de autoconhecimento para expor suas melhores qualidades, além de omitir os pontos que não são tão atraentes na sua personalidade e na sua trajetória profissional.

Esteja você procurando um primeiro emprego ou buscando se recolocar no mercado, tenha certeza de que as dicas acima serão de grande utilidade para você ficar cada vez mais perto do sucesso profissional.

Restou alguma dúvida ou gostaria de dar a sua opinião sobre o tema? Deixe um comentário e aproveite para compartilhar este conteúdo nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *