Posted in:

Tudo sobre Medicina Veterinária: curso, profissão e especializações

Médico veterinário examinando raio-x de animal

Quer saber tudo sobre Medicina Veterinária e estar bem informado sobre a profissão antes de iniciar a faculdade? Então, você está no lugar certo!

Dividida em várias possibilidades de atuação, o curso de Medicina Veterinária qualifica seus profissionais a trabalharem em diferentes ramos da área.

É possível se especializar desde a parte clínica até a cirúrgica, passando por estudos específicos sobre animais de grande porte, produtos de origem animal e agronegócio.

Todas essas informações serão ampliadas ao longo deste artigo.

E se o assunto é do seu interesse, não deixe de acompanhar até o final.

Boa leitura!

O que é a Medicina Veterinária?

Medicina Veterinária, Médica veterinária acariciando um cachorro
O que é a Medicina Veterinária?

A Medicina Veterinária é a ciência médica que se dedica aos trabalhos de prevenção, controle, erradicação de doenças, tratamentos de traumatismos e outras lesões, ou qualquer outra questão prejudicial à saúde dos animais.

O médico veterinário, qualificado para receber esse título quando obtém a graduação em uma instituição reconhecida, é o profissional apto para atuar na área da saúde animal.

Após formado, ele tem conhecimentos sólidos de anatomia, fisiologia e osteologia, para citar apenas alguns dos campos relacionados.

Esse profissional pode ser generalista, como um clínico geral da Medicina, ou se especializar em um dos diferentes setores.

A segunda opção, aliás, tem crescido cada vez mais, sobretudo com o avanço da tecnologia e também com o aumento pela busca de cuidados específicos para pets.

Embora a associação nem sempre pareça óbvia, a Medicina Veterinária também está fortemente ligada à questão da saúde pública.

Isso porque seus profissionais podem atuar no controle e no estudo de propagação de doenças epidêmicas, muitas delas tendo como vetores animais domésticos ou silvestres.

Tudo sobre a faculdade de Medicina Veterinária

Médico veterinário medicando boi
Tudo sobre a faculdade de Medicina Veterinária

A UPIS – Faculdades Integradas oferece uma graduação em Medicina Veterinária que proporciona aos seus alunos a possibilidade de estudar ao lado do maior hospital veterinário da região Centro-Oeste.

Além disso, o curso tem ênfase em algumas das principais áreas de atuação, como clínica médico-cirúrgica e veterinária preventiva e saúde pública, com aulas ministradas no Campus Rural da UPIS.

O espaço é equipado com diversos laboratórios voltados especialmente para a atuação na área, com complexo laboratorial capaz de atender animais de pequeno, médio e grande porte.

Dessa forma, os alunos contam com infraestrutura que possibilita aprendizado de alto nível, além do suporte de profissionais qualificados e especializados na prática da profissão.

Tudo isso para garantir o desenvolvimento de habilidades fundamentais para quem atua em clínicas, fazendas, associações de produtores e cooperativas, por exemplo.

O projeto pedagógico do curso de Medicina Veterinária da UPIS leva em conta fatores como a realidade social, a demanda profissional e o desenvolvimento de habilidades para resolução de problemas do setor.

Já a educação multidisciplinar prepara o aluno tanto para o exercício da atividade profissional quanto para o aumento da produtividade voltada à saúde animal.

O curso da UPIS proporciona formação sólida em áreas como:

  • Clínica médica e cirúrgica
  • Vacinas e medicamentos
  • Fiscalização de produtos de origem animal
  • Prevenção e controle de zoonoses
  • Saúde pública
  • Animais silvestres e preservação do meio ambiente.

Ou seja, uma experiência que faz de você um profissional completo, capaz de atuar em qualquer uma das áreas destinadas à Medicina Veterinária.

Quantos anos são necessários para se formar em Medicina Veterinária?

A regulamentação, que permite às instituições de ensino ofertar o curso de Medicina Veterinária, exige, no mínimo, uma carga horária de 4.000 horas/aula.

Isso significa que são necessários em torno de cinco anos para receber o título de médico veterinário.

Trata-se de um número obrigatório, regulamentado pelo Ministério da Educação.

Portanto, todas as instituições de ensino precisam se adequar a isso e seguir a regulamentação federal.

Na UPIS, isso não é diferente.

A graduação em Medicina Veterinária tem duração de cinco anos, que totalizam 4.680 horas/aula.

Preço da faculdade de Medicina Veterinária

O preço da faculdade de Medicina Veterinária varia conforme a instituição.

Muitas delas se localizam em instituições privadas do interior do país. Nesse caso, é preciso levar esse fator em consideração.

Além disso, existem outros aspectos a serem considerados na hora de estimar o custo médio de se formar em Medicina Veterinária.

Como a duração da graduação é de pelo menos cinco anos, é preciso levar em conta que, durante esse tempo, serão feitas atividades como visitas a fazendas, criadouros, abatedouros, indústrias, hospitais veterinários e pet shops.

Por ser uma graduação com muitas atividades práticas fora da sala de aula, o aluno precisa considerar que estará, durante boa parte do tempo, atuando no campo.

Ou seja, deve contabilizar gastos com refeições a serem feitas fora de casa.

Além disso, há a exigência da obtenção de material didático e aparelhos técnicos específicos.

Assim, o estudante de Medicina Veterinária deve se preparar e reservar uma parte do orçamento para a aquisição de livros e de equipamentos para as partes práticas.

Quer uma estimativa sobre os gastos com mensalidade? A dica é entrar em contato com a UPIS pelo telefone (61) 3445.6767.

Matérias da faculdade de Medicina Veterinária

A Medicina Veterinária engloba o estudo e o conhecimento de diversas áreas da saúde.

Assim, a multidisciplinaridade é uma característica importante do curso.

A grade básica de todos os cursos de Medicina Veterinária seguem algumas matérias principais.

Dessa forma, também conforme regulamentações, são necessários estudos de algumas áreas.

Entre elas, estão:

  • Anatomia e morfologia dos animais
  • Genética
  • Microbiologia
  • Parasitologia
  • Cirurgia veterinária básica
  • Nutrição básica
  • Química
  • Biologia
  • Estatística.

Na UPIS, são ofertadas matérias como anatomia descritiva e fisiologia dos animais domésticos, farmacologia veterinária, bem-estar e nutrição animal, toxicologia e plantas tóxicas, entre outras.

Também há disciplinas específicas voltadas para a cirurgia, como a anestesiologia animal e técnicas cirúrgicas.

Ainda existe a possibilidade de aprender mais sobre áreas específicas, como a suinocultura e a avicultura.

Por fim, há o cuidado com a gestão e a preocupação com o empreendedorismo.

Afinal, muitos veterinários optam por abrir seus próprios negócios após a graduação, como clínicas voltadas a animais de pequeno porte – um dos segmentos que mais cresce no país, cujo mercado oferta diversas oportunidades.

Para se ter uma ideia, segundo relatório da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), divulgado em 2018, o mercado pet movimentou R$ 20,3 bilhões no Brasil, em 2017.

Especialização na área de Medicina Veterinária

Nos últimos anos, a Medicina Veterinária evoluiu, e o mercado precisou acompanhar esse crescimento.

Isso porque, em todas as áreas, passou a se ter mais atenção com os animais.

Em casa, os animaizinhos têm sido considerados cada vez mais como membros da família.

No campo, os animais de grande porte recebem atenção e controle rigorosos. Não importa o lugar, os critérios de exigência têm crescido.

Foi-se o tempo em que parecia absurdo levar o seu bicho de estimação a um cardiologista ou oftalmologista.

Com isso, as especializações tornaram-se fundamentais tanto para o público quanto para o profissional, que busca se diferenciar em um mercado de trabalho mais concorrido.

Só na UPIS, por exemplo, são ofertadas três diferentes especializações.

A seguir, veja um pouco mais sobre cada uma delas.

Aprimoramento Profissional em Medicina Veterinária

Nessa especialização, existem algumas subdivisões.

São elas:

  • Clínica médica e cirúrgica de pequenos animais
  • Clínica médica e cirúrgica de grandes animais
  • Programa de anestesiologia veterinária.

Cada programa tem a sua área de atuação.

Com os animais de grande porte, por exemplo, são estudadas questões como infecções, hérnias e úlceras.

Nos de pequeno porte, também é estudada a parte de oncologia.

Além disso, em ambos os casos, há o estudo dos sistemas respiratórios, digestivo, respiratório, entre outros.

Na parte de anestesiologia, são ensinados todos os aspectos que envolvem a anestesia do animal.

Desde a parte pré-anestesia, com a medicação e as técnicas em animais de pequeno e grande porte, até as diferentes formas de aplicação.

Há também o estudo para casos de pacientes especiais, como geriátricos e gestantes.

Radiologia para Cães e Gatos

A área de diagnóstico é uma das que mais evoluiu na Medicina Veterinária.

O diagnóstico por imagem é um dos mais difundidos meios de soluções de hipóteses.

Os métodos mais usados são aqueles que não causam quase nenhum efeito sobre o animal, como a radiologia, a ultrassonografia e, mais recentemente, a ressonância magnética.

A ultrassonografia vem se popularizando na Medicina Veterinária, mas ainda enfrenta restrições por conta do alto custo dos equipamentos.

A radiologia convencional, amplamente utilizada na rotina da clínica veterinária, ainda é um dos métodos mais eficazes.

O público-alvo são médicos veterinários que buscam capacitação e aperfeiçoamento com rapidez, eficiência e reconhecimento no mercado, com foco na área da radiologia.

O curso tem duração de 360 horas/aula.

Ultrassonografia em Animais de Companhia

A ultrassonografia em animais de companhia também tem como objetivo especializar e capacitar o médico veterinário na área de diagnóstico.

Cada vez mais, as pessoas destinam cuidados e recursos para descobrir o que está acontecendo com seus animais de estimação, como cães e gatos.

O objetivo é proporcionar a eles bem-estar, qualidade e maior tempo de vida.

Na grade curricular dessa especialização, estão incluídas disciplinas como anatomia e fisiologia canina e felina, patologia clínica, física do som e formação da imagem, anatomia ecográfica, entre outras.

Assim como a especialização em radiologia para cães e gatos, a carga horária é de 360 horas/aula para a conclusão.

Tudo sobre a profissão de Medicina Veterinária

Medicina Veterinária, Médico veterinário alimentando porcos
Tudo sobre a profissão de Medicina Veterinária

Agora que já vimos um pouco sobre a formação e algumas especializações, é possível dar um passo adiante.

Quer saber tudo sobre a profissão da Medicina Veterinária e suas áreas de atuação? Então, vamos lá!

Saiba como se colocar no mercado de trabalho e quais são as áreas de atuação ofertadas para essa profissão.

Onde pode trabalhar um veterinário

Como já vimos, a Medicina Veterinária oferece inúmeras possibilidades de atuação.

Além das tradicionais e mais conhecidas do grande público, há outras que nem sempre são divulgadas, mas que também possibilitam boa atuação e colocação no mercado de trabalho.

Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte

É a função mais conhecida dos veterinários e uma das mais escolhidas pelos profissionais da área.

São eles quem fazem os atendimentos dos bichinhos de pequeno porte.

A especialização em anestesiologia permite a atuação em conjunto com colegas dessa área, preparando os animais para as cirurgias.

Centros de pesquisa

Voltados para quem quer se manter na área acadêmica, têm como objetivo a realização de pesquisas para a solução de novas tecnologias para o mercado da Medicina Veterinária.

Podem variar desde a criação e busca por novas tecnologias, com a elaboração de equipamentos mais modernos, até a criação de novas fórmulas de rações, por exemplo.

Conservação de espécies

Permite que se trabalhe em centros de preservação de espécies de animais em risco pelos mais diversos fatores (ambientais, de extinção etc.).

Aborda também questões de bem-estar animal e reprodução de espécies em cativeiro.

Saúde pública veterinária

O profissional que atua nessa área é responsável pelo cuidado e prevenção e controle de zoonoses, que são as doenças transmitidas de animais para seres humanos.

Veterinários dessa área costumam atuar em supermercados, açougues, fábricas e outros locais, observando aspectos sanitários e de higiene, verificando a qualidade dos produtos e compartilhando boas práticas de conservação e manuseio de alimentos.

Produção e sanidade animal

Esse profissional atua no controle e cuidado de grandes grupos de animais.

Sua área de atuação, normalmente, é em grandes propriedades, onde é necessário o controle e a prevenção de doenças de animais de grande porte.

Salário de um veterinário

É difícil estimar quanto ganha um profissional da área de Medicina Veterinária, já que muitos trabalham de maneira autônoma, em clínicas e negócios próprios.

No entanto, existem leis que asseguram e regulamentam salários nas empresas privadas.

Isso, no entanto, vai depender da carga horária.

Profissionais que trabalham 6 horas por dia, por exemplo, devem receber pelo menos 6 salários mínimos, o que hoje equivale a cerca de R$ 6 mil.

Quando se trabalha 7, são 7,25 salários mínimos e, no caso de 8 horas diárias, serão 8,5 salários mínimos.

Claro que, em casos de empresas próprias, a remuneração de um veterinário vai depender da capacidade do seu negócio faturar.

Em casos de profissionais recém-formados, em início de carreira, com carteira assinada, o salário fica em torno de R$ 2.000,00.

A Glassdoor, empresa especializada em dados do mercado de trabalho, estima o salário médio de um veterinário em R$ 3.862,00 no comparativo nacional.

Perfil do médico veterinário

Muitas pessoas acabam se interessando e começando o curso de Medicina Veterinária simplesmente por gostar muito de animais.

Claro que se trata de algo fundamental, já que essa escolha pode determinar algo que você irá fazer pela vida inteira.

Mas só isso não basta.

Até porque, muitas vezes, o profissional irá se deparar com casos complexos e complicados, em que o sofrimento do animal estará presente.

Atropelamentos, lesões, doenças graves e até mesmo situações em que nada pode ser feito, quando é preciso priorizar o bem-estar do paciente.

Portanto, o primeiro passo é ter um emocional preparado para todas essas situações adversas a serem enfrentadas.

Também é preciso estar pronto para momentos em que se lidará com vômito, urina e fezes. Cheiros fortes são comuns, tanto nas aulas quanto no dia a dia.

Apesar disso, a paixão pela profissão e pelos animais pode ser determinante.

E, caso você tenha esse sentimento presente e deseje seguir na área, certamente estará pronto para lidar com essas e outras adversidades.

Medicina Veterinária versus Zootecnia

Médico veterinário medicando um coelho
Medicina Veterinária versus Zootecnia

A Medicina Veterinária e a Zootecnia são duas áreas que, na prática, atuam em conjunto.

No entanto, mesmo que no dia a dia possam estar lado a lado com várias interdisciplinaridades, é preciso saber que existem diferenças fundamentais entre elas.

O profissional da área de zootecnia atua na criação de animais e aproveitamento de seus produtos, o que inclui atividades de beneficiamento industrial.

Uma de suas principais atribuições é a busca de melhoramento genético e aperfeiçoamento de qualidades dos animais.

Dessa forma, costuma trabalhar em fazendas e grandes propriedades, no cuidado da saúde dos rebanhos, controle de vacinação, procedimentos de inseminação e qualidade de alimentação oferecidas a esses animais.

O objetivo principal é o aumento da produtividade e a rentabilidade nas atividades econômicas envolvendo animais.

Já o veterinário, conforme vimos aqui, está concentrado na área de saúde dos animais, com intervenções clínicas e procedimentos cirúrgicos.

Assim, pode trabalhar com animais dos mais diversos portes, conforme sua especialização e área de atuação.

Se você está na dúvida sobre qual das áreas seguir, o melhor a fazer é conversar com profissionais que já atuam no mercado, analisar as grades curriculares, observar o dia a dia de cada um.

Conforme suas necessidades, desejos e objetivos, você irá perceber qual se encaixa mais no seu perfil.

Conclusão

A Medicina Veterinária tem uma série de possibilidades de atuação da área da saúde.

Destinada ao cuidado, prevenção e erradicação de doenças dos animais, permite que o profissional atue em diversas áreas do mercado.

Agora que você já sabe tudo sobre a profissão, com as informações sobre o curso, especializações e possíveis áreas de atuação, basta se decidir se esse é o caminho que você quer seguir na sua carreira.

Deixe um comentário sobre o artigo e também compartilhe o conteúdo em suas redes sociais, já que seus amigos também podem se interessar pelo tema.

Aproveite para visitar o site da UPIS, conhecer todas as opções de cursos e, se desejar, faça contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *