Posted in:

Tudo sobre turismo no Brasil: história, economia e os oito tipos

Foto do cristo redentor, no Rio de Janeiro

Quando pensa em viajar você considera somente os destinos no exterior ou se lembra também do turismo no Brasil?

Se o território brasileiro não faz parte dos seus planos, talvez seja a hora de rever isso.

Por aqui, beleza, história e atrações não faltam.

opções para todos os gostos, objetivos, faixas etárias e condições econômicas.

Com uma área total superior de quase nove mil quilômetros quadrados, divididos em cinco regiões, a variedade é preponderante.

O país é repleto de costumes, comidas, sotaques e cenários diversos.

No Sul, por exemplo, a Serra Gaúcha é um daqueles lugares que encantam.

No Sudeste, o Rio de Janeiro, cartão-postal do Brasil, não poderia ser melhor definido como expressa a canção Cidade Maravilhosa.

Pelo Norte, a Floresta Amazônica é um dos charmes.

Já o Nordeste concentra as mais belas praias.

E o Centro-Oeste é a parada ideal para quem quer conhecer a capital federal ou se aventurar pelo Pantanal.

Uma pincelada rápida por alguns lugares e já dá vontade de arrumar as malas e partir, não é mesmo?

Bom, se você não pode fazer isso agora, pelo menos embarque em uma viagem de conhecimento.

Saiba tudo sobre o turismo no Brasil neste artigo!

Como é o turismo no Brasil?

O turismo no Brasil ainda é majoritariamente doméstico.

Isso quer dizer que a maior parte do dinheiro do setor é movimentado pela população interna, do próprio país.

Um levantamento da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) mostra que, em 2018, foram mais de 95 milhões de desembarques nacionais de passageiros em aeroportos brasileiros.

No mesmo período, o número de desembarques internacionais, por sua vez, não chegou aos 12 milhões.

Os dados ajudam a dimensionar a realidade do turismo no Brasil, ainda que os vôos possam ter outra finalidade.

História do turismo no Brasil

Embora o Brasil não registre números tão expressivos na chegada de turistas de fora, como constata a pesquisa da Organização Mundial de Turismo (UNWTO), o país tem evoluído no segmento.

Segundo o Anuário Estatístico de Turismo de 2018, o Brasil recebeu 6,62 milhões de estrangeiros no período.

E, pelo terceiro ano consecutivo, houve crescimento no número de turistas internacionais.

O relatório de Demanda Turística Internacional, divulgado pelo Ministério do Turismo, ajuda a entender o comportamento desses visitantes.

O estudo traz, por exemplo, informações interessantes sobre os períodos de pico, os destinos mais procurados e os tipos de hospedagens mais utilizadas.

No ano passado, por exemplo, os argentinos representaram mais de um terço dos turistas que vieram ao Brasil (2.498.483).

As férias escolares (meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março) representam as épocas do ano preferidas pelos turistas que vêm ao Brasil.

Rio de Janeiro (29,7%), Florianópolis (17,1%) e Foz do Iguaçu (12,9%) estão entre os destinos mais procurados.

Quando o assunto é hospedagem, hotéis, pousadas, flats e resorts (48,8%) são as modalidades preferidas.

O mais interessante desses dados é que eles ajudam a aproveitar melhor as tendências.

Assim, é possível aprimorar a receptividade e as opções de consumo, além de desenvolver políticas públicas adequadas.

Economia do turismo no Brasil

Turismo no Brasil, Jovens, sentados em uma pedra, olhando para o mar
Economia do turismo no Brasil

Todo esse crescimento do turismo no Brasil também interfere, obviamente, na economia do país.

Uma das maneiras de medir esse impacto é a participação do setor no PIB nacional.

Segundo pesquisa da World Travel & Tourism Council (WTTC), em 2018, o turismo representou 8,1% do Produto Interno Bruto do Brasil ou 152,5 bilhões de dólares.

O número mostra um acréscimo de 3,1% quando comparado ao ano anterior.

Além disso, o setor contribuiu para a criação de 6,9 milhões postos de trabalho, cerca de 7,5% do total de vagas geradas durante o período.

Para 2019, as perspectivas também são positivas. Ao menos é o que aponta a Pesquisa de Sondagem Empresarial para o Setor Hoteleiro de Turismo.

Quanto à demanda por serviços ofertados, 39,8% dos entrevistados acreditam em um horizonte favorável de aumento.

Já em relação ao faturamento do negócio, o otimismo é ainda maior: 42,8% dos empresários apostam em uma lucratividade superior ao período anterior.

Para finalizar, 65,9% afirmaram que pretendem investir em seus empreendimentos, confiando em um retorno financeiro.

Turismo por regiões

foto das cataratas do iguaçu
Turismo por regiões

O turismo no Brasil ainda carece de incentivos, infraestrutura e suporte aos visitantes.

E, talvez por isso, não tenha números próximos a países como França, Espanha e Estados Unidos, principais destinos procurados.

Mas não há o que se discutir em relação a um quesito: o país conta com atrações únicas, que devem fazer parte do roteiro de qualquer mochileiro.

Confira a seguir alguns dos principais destinos turísticos nacionais, divididos por regiões.

Turismo no Sul do Brasil

A região Sul do Brasil é marcada por um clima mais ameno e temperaturas mais baixas quando comparadas ao restante do País.

No inverno, inclusive, algumas cidades da serra gaúcha chegam aos graus negativos.

Daí, então, nem é preciso ir ao exterior para ver a neve.

Se você gosta desse cenário, as cidades de Gramado e Canela, localizadas no Rio Grande do Sul, são alternativas interessantes.

As duas localidades ainda contam com uma infraestrutura de padrão europeu, com hotelaria diferenciada e restaurantes muito bem avaliados.

Santa Catarina e Paraná, os outros dois estados da região Sul, também possuem os seus atrativos turísticos.

Não é à toa que Florianópolis (SC) e Foz do Iguaçu (PR) estão entre os três destinos mais procurados pelos turistas que querem opções de lazer.

Floripa, como é conhecida, conta com belíssimas praias.

Foz do Iguaçu, por sua vez, se destaca pelas cataratas.

Além disso, outro atrativo é a divisa com o Paraguai.

Por lá, é possível comprar mercadorias por preços acessíveis, inclusive nos free-shops.

Turismo no Nordeste do Brasil

As praias de Santa Catarina são, de fato, muito bonitas.

No entanto, o litoral nordestino é quem leva toda a fama.

Afinal, a região abriga verdadeiros paraísos tropicais.

As águas do mar – que mais parecem piscinas pelos tons de azul -, contrastadas com a areia branca, ajudam a formar paisagens de cinema.

Opções de destino não faltam nesse sentido.

Jericoacoara (CE), Baía do Sancho (PE), Pipa (RN), Arraial d’Ajuda (BA) e Patacho (AL) são algumas das praias que devem constar no roteiro de qualquer turista que vai ao Nordeste.

Fora as belezas naturais, a região é uma das mais ricas culturalmente, com tradições que ultrapassam gerações e registros históricos de diferentes períodos da colonização brasileira.

O carnaval de Salvador (BA) e a festa de São João de Campina Grande (PB), por exemplo, são algumas das principais celebrações culturais do país.

Além disso, Olinda (PE), São Luís (MA) e Porto Seguro (BA) são verdadeiros patrimônios históricos nacionais.

Turismo no Sudeste do Brasil

Por falar em história, talvez nenhuma outra região reúna tantas cidades importantes historicamente para o Brasil quanto a Sudeste.

Só em Minas Gerais são diversas: Ouro Preto, Diamantina, São João Del Rei, Mariana, Tiradentes, Sabará e Santa Bárbara.

Fora do estado ainda têm Paraty (RJ), Petrópolis (RJ) e São Luiz do Paraitinga (SP).

Ou seja, se você deseja conhecer um pouco mais sobre o passado do nosso país, essas localidades são passagem obrigatória.

Mas, não dá para falar da região Sudeste sem mencionar as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

Uma é o destino mais procurado pelos turistas no Brasil. A outra, a maior metrópole da América do Sul.

No Rio está localizada uma das sete maravilhas do Mundo Moderno, o Cristo Redentor, e mais uma infinidade de belezas naturais, como o Pão de Açúcar e a Pedra da Gávea.

As paisagens arquitetônicas, como o Museu do Amanhã e a Cidade da Música, também merecem destaque.

Já São Paulo, se não possui tanto brilho estético quanto a sua vizinha, ganha seu espaço pela potência econômica.

É, por essa razão, um excelente destino para o turismo corporativo.

Turismo no Norte do Brasil

A região Norte concentra a maior extensão territorial no Brasil.

São quase quatro milhões de quilômetros quadrados, grande parte em função da Floresta Amazônica.

Mas, o espaço também é dividido com os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Como não poderia ser diferente, boa parte do turismo local se dá em função da maior floresta tropical do mundo.

Mas, a gastronomia nortista também é um dos principais destaques de quem turista por lá.

Os peixes de água doce, como o pirarucu, por exemplo, e ingredientes bem típicos da região, como tucupi, tacacá, jambu, maniçoba e açaí, representam bem a culinária.

Além disso, existem outras atrações interessantes.

A Zona Franca de Manaus (AM), assim como Foz do Iguaçu, no Paraná, também é uma boa pedida para quem busca mercadorias por um preço justo.

Somam-se a esses atrativos as belezas naturais do Monte Roraima (RR) e das Dunas do Jalapão, em Tocantins.

Turismo no Centro-Oeste do Brasil

Se a região Norte tem a floresta amazônica, a Centro-Oeste conta com o Pantanal – uma das maiores extensões de vegetação úmida do planeta -, além da Mata Atlântica – outro bioma tropical de grande abrangência.

Esse cenário propicia paisagens lindíssimas, como as vistas em Bonito, no Mato Grosso do Sul.

O lugar foi considerado 15 vezes o melhor destino de ecoturismo no Brasil pela revista Viagem e Turismo.

Foi também vencedor do prêmio internacional de Principal Destino de Turismo Responsável do Mundo, pela World Travel Market (WTM), em 2013.

Outro destino que se destaca na região é a cidade de Caldas Novas, em Goiás, considerada a “Capital das Águas Quentes” por possuir a maior estância hidrotermal do mundo.

Se não bastasse tudo isso, é no Centro-Oeste também que fica Brasília, a capital federal.

Uma cidade planejada, obra de Oscar Niemeyer, que só pela beleza arquitetônica vale a visita.

8 tipos de turismo no Brasil

foto do pelourinho na bahia
8 tipos de turismo no Brasil

O lazer é o principal motivo que faz com que visitantes venham ao Brasil.

No entanto, existem muitas outras formas de aproveitar os atrativos desse país de dimensões continentais.

Depois de conhecer as principais atrações conforme as regiões, confira agora oito tipos de turismo no Brasil:

1. Turismo religioso no Brasil

Como o próprio nome já indica, esse tipo de turismo se refere àquela modalidade em que os viajantes se deslocam até determinados destinos com motivação religiosa.

Seja para pagar promessas, participar de alguma peregrinação, romaria ou conhecer locais sagrados.

No Brasil, os locais mais indicados para cultuar a fé são: Aparecida do Norte (SP), Belém (PA), Salvador (BA), Juazeiro do Norte (CE), Trindade (GO) e Madre de Deus (MG).

2. Turismo de aventura no Brasil

Gosta de esportes radicais, como tirolesa, rafting, asa-delta, paraquedismo e bungee jump?

Se a sua resposta foi positiva, então, você vai se amarrar no turismo de aventura no Brasil.

Entre os principais destinos para desfrutar da modalidade estão: Lençóis Maranhenses (MA), Chapada dos Veadeiros (GO), Presidente Figueiredo (AM), Aparados da Serra (RS), Ilha Grande (RJ) e Monte Roraima (RO).

3. Turismo rural no Brasil

Também conhecido como agroturismo, é uma modalidade que propicia aos viajantes um contato mais próximo com a natureza, em uma experiência mais bucólica.

Normalmente, as hospedagens são mais familiares e muito ligadas à agricultura.

São exemplos de destinos que oferecem turismo rural no Brasil: Venda Nova do Imigrante (ES), Lages (SC), Campo Verde (MT), Cabaceiras (PB), Atibaia (SP) e Vassouras (RJ).

4. Turismo corporativo no Brasil

Este tipo é voltado ao mundo dos negócios.

São aqueles destinos com infraestrutura para realizar eventos organizacionais, como workshops, palestras, simpósios, feiras, entre outros.

Capitais como São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre, além de cidades com um centro industrial forte, como Campinas (SP) e Caxias do Sul (RS) são ótimas opções de turismo corporativo.

5. Turismo de esporte no Brasil

Não importa qual é o seu esporte preferido, no Brasil, você vai encontrar o destino ideal para desfrutar dele.

O Rio de Janeiro, por ter sediado os últimos Jogos Olímpicos, é uma boa pedida, mas existem outras opções.

As sedes da Copa do Mundo de Futebol em 2014 também chamam atenção pelos seus belos estádios, como, por exemplo, Natal, Brasília, Manaus, Salvador e Fortaleza.

6. Turismo de lazer no Brasil

O turismo de lazer é algo muito relativo.

Afinal, o que pode ser considerada uma forma de relaxamento ou diversão para um, talvez não faça tanto sentido para outro.

Mas, praia, serra ou meio do mato, seja qual for a preferência, o Brasil reserva ótimas opções.

Entre elas: Campos do Jordão (RJ), Fernando de Noronha (PE), Bonito (MS), Jalapão (TO), Garopaba (SC) e Cumbuco (CE).

7. Turismo para idosos no Brasil

Não é porque você chegou na terceira idade que não pode aproveitar uma bela viagem.

Existem diversos destinos com atrações ótimas para os idosos.

Afinal, depois de uma vida inteira de obrigações, nada melhor que relaxar, não é mesmo?

Alguns exemplos são: Caldas Novas (GO), Águas de Lindóia (SP), Bento Gonçalves (RS), Gramado (RS), Holambra (SP) e Ouro Preto (MG).

8. Turismo sustentável no Brasil

O turismo sustentável se baseia em três pilares fundamentais: o econômico (apoio aos negócios locais), o social (valorização da cultura e da tradição do lugar em questão) e o ambiental (conservação da natureza).

Respeitando essa tríade, são exemplos de destinos que praticam essa modalidade: Cambará do Sul (RS), Maraú (BA), Jardim (MS), Socorro (SP), Reserva Mamirauá (AM) e Lima Duarte (MG).

Melhores cidades para turismo no Brasil

turismo no Brasil, turistas mergulhando no mar
Melhores cidades para turismo no Brasil

Com base em tudo o que abordamos neste artigo, e nas informações fornecidas pelo relatório de Demanda Turística Internacional, as melhores cidades para turismo no Brasil são:

  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Florianópolis (SC)
  • Foz do Iguaçu (PR)
  • São Paulo (SP)
  • Búzios (RJ)
  • Salvador (BA)
  • Itapema (SC)
  • Angra dos Reis (RJ)
  • Curitiba (PR)
  • Campinas (SP)
  • Porto Alegre (RS)
  • Bonito (MS)
  • Recife (PE)
  • Fortaleza (CE)
  • Belo Horizonte (MG)
  • Fernando de Noronha (PE)
  • São Luís (MA)
  • Gramado (RS)
  • Canela (RS)
  • Belém (PA)
  • Brasília (DF).

Conclusão

O turismo no Brasil, aos poucos, vem sendo melhor explorado. Os números já refletem isso.

Mas, ainda assim, é inegável que há muita oportunidade para crescimento.

Um país com essa quantidade de atrativos e belezas naturais únicas tem potencial para ser um dos destinos mais procurados do mundo.

É claro que, para isso, é preciso investimento, divulgação, infraestrutura, políticas públicas, capacitação profissional e redução de custos, além de outras iniciativas.

Se você tem um interesse pelo setor, que vai além da afeição de viajador, e deseja ter uma participação mais ativa, pode investir na carreira de turismólogo.

E, para isso, precisa de uma boa faculdade de turismo.

A UPIS – Faculdades Integradas conta com o segundo curso de graduação em turismo mais antigo do Brasil e uma formação voltada para o desenvolvimento do espírito empreendedor.

Além disso, é a única instituição de Brasília com cursos de graduação, pós-graduação e MBA que possuem certificação internacional de qualidade, o ISO 9001.

Os cursos, além de excelentes, têm preços que cabem no bolso.

Mas, voltando ao tema do artigo, você sabia que o turismo no Brasil oferecia tantas alternativas de destinos interessantes? Quais delas você acha que mais vale a pena conhecer?

Escreva a sua opinião nos comentários. Além de deixar suas dicas e sugestões, contribua também com as suas críticas. O que você acha que pode melhorar no turismo brasileiro?

Este espaço serve exatamente para proporcionar uma discussão saudável e enriquecedora.

Se você gostou do conteúdo, não deixe ainda de compartilhar este artigo com seus amigos em suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *